8 de março com pipocas

sáb
Não vou discutir aqui se o dia internacional da mulher é válido ou não. Além de ser uma discussão clichê que vai do nada pro lugar nenhum, vocês já vão ver isso em todas as emissoras de TV (e, como todo ano, vai ter o espírito de porco que fará a piadinha: “8 de março é dia das mulheres porque todos os outros são do homem”). E eu quero trazer uma coisinha original, claro. :)

Separei alguns filmes que levantam questões interessantes sobre mulheres… Divirtam-se! _o/

1 – Volver (dir. Pedro Almodóvar, 2006)

Image Hosted by ImageShack.us

Em Madri, cinco mulheres irão resolver seus dramas pessoais e familiares, nem que isso signifique voltar ao passado e conversar com quem já se foi. Além da belíssima Penélope (e da maravilhosa cena em que ela canta – dublagem, tá?), o filme praticamente não tem homens e mergulha no universo feminino profundamente, já que na família só restam uma mãe, sua neta e suas duas filhas, sendo que uma acaba de “perder” o marido.

Preste atenção: na cena do funeral, quando aparecem dezenas de homens de uma só vez, inexplicavelmente. Pra pensar…

2 – Circle Of Friends (dir. Pat O’ Connor, 1995)

Image Hosted by ImageShack.usAnos 50, Irlanda. Três garotas entram na faculdade, tornam-se amigas e acabam criando intrigas pelo rapaz mais cobiçado do lugar. Além de mostrar uma das primeiras gerações de mulheres que realmente teve acesso ao ensino superior, o filme mostra como nem tudo ficou tão igualitário, principalmente quando o “rapaz cobiçado” acaba tendo de escolher entre as duas garotas que cativou. Ah, e claro, tem romance, Chris O’ Donnel e Colin Firth.

Preste atenção: na atuação de Minnie Driver. O cinema deveria aproveitá-la melhor.

3 – Garotos da minha vida (dir. Penny Marshall, 2001)

Image Hosted by ImageShack.us

Baseado numa história real. Nos anos 60 uma garota engravida com apenas 15 anos e acaba tendo que casar com o namoradinho por pura convenção social. Ao mesmo tempo que se vê atrelada a um homem que só suga suas energias, suas amigas acabam indo em frente, se formando… Uma lição. Uma das melhores interpretações da Drew Barrymore.

Preste atenção: se você vai ficar com raiva dela, ou torcer por ela. Não há uma terceira via.

Image Hosted by ImageShack.us

Três histórias em três épocas. Três mulheres conectadas pelo suicídio e pela obra “Mrs. Dalloway”, de Virginia Woolf, interpretada por Nicole Kidman (irreconhecível) aí na foto. Denso, sutil, esteticamente belo. Tem também Meryl Streep e Julianne Moore.

Preste atenção: na direção de arte. Construções perfeitas de cada época, especialmente dos anos 60. E, claro, no nariz da Nicole Kidman (não dá pra não falar!).

5 – Christiane F., 13 anos, drogada e prostituída (dir. Uli Edel, 1981)

Image Hosted by ImageShack.us

Se você tiver nervos fracos, não assista (ou prefira um filme mais light do gênero, tipo “Aos 13” – mas esse é bem melhor!). Filme alemão sobre o livro de mesmo nome, escrito pela própria Christiane F., que se drogou e se prostituiu aos 13 anos. Agora vamos ao que não é tão óbvio: retrato da juventude alienada e perdida de Berlim em meados dos anos 70. Apesar de ser um filme datado, a deterioração moral e física que o vício causa certamente continua a mesma…

Preste atenção: na feição dos personagens conforme o filme vai passando e em Natja Brunckhorst, garota que realmente tinha 13 anos, não era atriz e viveu Christiane. Drama à parte, o filme é cheio de referências boas de moda. E a trilha é ótima, cheia de David Bowie.

6 – Dirty Dancing (dir. Emile Ardolino, 1987)

Image Hosted by ImageShack.us

Filme que projetou Patrick Swayze, que tá dodói, força pra ele! Bom, pode até parecer um romance bobinho com números de dança (números de dança ótimos, que fique bem claro!), mas eu vejo algo mais. A protagonista Baby vive sendo subjulgada por conta de sua pouca idade e é freqüentemente oprimida pela família, que sempre acaba tentando lhe empurrar “um bom partido”. E é aí que ela conhece o cara errado, que vai lhe ensinar muita coisa e lhe fazer feliz por um verão…

Preste atenção: na trilha sonora. Corra pra baixar.

7 – Monster: Desejo Assassino (dir. Patty Jenkins, 2004)

Image Hosted by ImageShack.us

Prostituição, roubos, assassinatos, pena de morte. Parece thriller de ação, mas o filme baseou-se em fatos reais. É claro que houve uma certa “dramatização” da coisa, mas o filme conta a história de Aileen Wuornos, uma prostituta lésbica que acaba se tornando serial killer. Na data do lançamento do filme, em 2004, ela estava sendo julgada pelos crimes que cometeu e acabou sendo executada.

Preste atenção: no realismo do romance lésbico e em como conseguiram enfeiar a Charlize Theron (metamorfose total!).

8 – Meninos Não Choram (dir. Kimberly Peirce, 2000)

Image Hosted by ImageShack.us

Uma garota que não se sente garota. Outra garota que se apaixona por ela. Como contar que você não é um rapaz, como parece (principalmente quando você decidiu viver como um)? Baseado em fatos reais.

Preste atenção: na sutileza da cena quando ela descobre que ele, na verdade, é ela.

9 – Patricinhas de Berverly Hills (dir. Amy Hackerling, 1995)

Image Hosted by ImageShack.us

Além de ser inspiração para todos os teen movies dos anos 2000 (isso até virar besteirol), certamente é o melhor. Que atire a primeira pedra a garota que nunca teve os pensamentos de Cher, interpretada pela Alicia Silverstone. Ela é tipo a Carrie, de Sex and The City, só que 20 anos mais nova. :D

Preste atenção: nas roupas. Pode até ser que o figurino das outras personagens esteja brega atualmente, mas se a Cher, que entende de moda, saísse na rua com as mesmíssimas roupas, estaria chique. (E preste atenção em como esse filme inspirou claramente “Meninas Malvadas”.)

10 – Tudo pra ficar com ele (dir. Roger Kumble, 2002)

Image Hosted by ImageShack.us

Melhor filme besteirol-comédia para mulheres. Porque não são só eles que merecem um “American Pie” da vida. Nós também. Assista com as amigas.

Preste atenção: na versão dirrrrty de “I’m too sexy”, do Right Said Fred, cantada em pleno restaurante. hehehe

Filmes bônus: “Juno”, “Aos 13”, “Beleza Americana”, “Dogville”, “Como Perder um Homem em 10 dias”, “Diabo Veste Prada”, “Miss Simpatia”, “Meninas Malvadas”.

PS: Demorei horas pra escrever isso aqui e se eu consegui convencer alguém a pegar algum desses DVD’s, já estou satisfeita. _o/

Comentários via Facebook

2 comentários

  1. Akane

    Muito legais as dicas! ^^ Já vi praticamente todos, tenho vários deles. ^^
    Eu li o livro da Christiane F. há muitos anos, mas nunca tive a oportunidade de ver o filme. Me lembro dele na locadora na época do VHS e o associava com o livro que tinha em casa, mas era criança e meus pais não me deixariam ver de modo algum. XD Aliás, nunca vi em DVD.
    É possível achar “Circle of Friends” no Brasil? Porque não achei na internet… Na verdade, cheguei aqui procurando coisas sobre o Colin Firth! XD Se você puder me responder, fico muito grata! ^^
    Obrigada! ^^

    Responder
  2. Fê Loverox

    Akane on 29/10/2008 at 3:30 am said:

    Muito legais as dicas! ^^ Já vi praticamente todos, tenho vários deles. ^^
    Eu li o livro da Christiane F. há muitos anos, mas nunca tive a oportunidade de ver o filme. Me lembro dele na locadora na época do VHS e o associava com o livro que tinha em casa, mas era criança e meus pais não me deixariam ver de modo algum. XD Aliás, nunca vi em DVD.
    É possível achar “Circle of Friends” no Brasil? Porque não achei na internet… Na verdade, cheguei aqui procurando coisas sobre o Colin Firth! XD Se você puder me responder, fico muito grata! ^^
    Obrigada! ^^

    você nunca encontrou Christiane F. em dvd?? Vende na 2001, só 9,90! dá pra comprar fácil pela internet! :) Agora o “Circle of friends” eu nunca vi em locadora nenhuma e nem pra vender! =/ Peguei pra assistir por acaso no Telecine e adorei! Queria ver de novo, inclusive. Se você encontrar vendendo na web, pode me passar a dica! ;D

    beijo!

    Responder

Deixe seu comentário