O que eu queria ser aos 18

seg

Sexta-feira eu estou um ano mais perto da casa dos 20. Faço 19 aninhos. Passei a infância imaginando como eu seria aos 18 e o que estaria fazendo. Achei válido deixar registrado antes que eu tenha 19.

Eu achava que seria linda. Alta, magra com peitos, bunda e cabelo liso. Não fiquei alta como eu queria – eu sonhava com 1,75m e tenho meus 1,67m. Fico feliz que posso usar saltos e que, teoricamente, não corro o risco de ter que ficar com caras iguais/mais baixos que eu. Mas geralmente não encontro o cara que seja alto o quanto sempre quis, então, imagine se eu tivesse 1,75m? :P

Magra. Ok, um ponto. Nunca, juro!, nunca tive o peso que eu queria. Sempre acho que devo perder uns 5kg e geralmente perco 2 e olha lá. Academia é um mito: nunca consegui fazer direito e, agora, trabalhando e estudando, é muita pretensão achar que vou conseguir me dividir em duas pra dar conta de tudo. Peitos, tá.. Não é tão ruim assim, mas um silicone cairia bem (assim como à quase 90% das mulheres), então não me incomodo (não tanto!). hehe Agora, a bunda Deus me deu e o cabelo liso o cabeleireiro me deu. Então está ótimo!

Enquanto a maioria das meninas pensava no nome que iam dar para os filhos ou como seriam seus futuros maridos, eu me imaginava poderosa e independente aos 18. Eu achava que seria famosa, uma cantora de sucesso, a primeira cantora brasileira a estourar no exterior, mesmo sendo tão jovem. Eu sonhava bem alto porque já compunha em inglês – comecei a estudar o idioma bem cedinho – e já fazia aulas de canto e piano também. Terminei o inglês e hoje não faço mais as aulas de música. Estou me dedicando ao teatro. Ano que vem me formo atriz e pretendo voltar à música. Bom, se este meu sonho se realizar aos 19, eu realmente não me incomodo. :) Só que agora eu quero ser atriz E cantora. Tenho um VHS feito pela minha mãe coruja quando eu tinha uns 6 anos bem assim:

mãe: O que você quer ser quando crescer?
eu: (de óculos escuros, vestida com roupas pink) Atriz de Hollywood.

Eu sonho alto, mas tenho meu emprego e minha formação pra me manter com os pés no chão. Isso, pra mim, não significa desistir. E se eu não tivesse capacidade já teria ouvido algum “não” bem sonoro. Mas, incrivelmente, as portas só se abrem cada vez mais. Talvez as coisas não aconteçam aos 18, mas minha hora vai chegar. Que venham os 19 anos!

Eu, agora
Humor cansada.
Pensando acho que vou pegar gripe. =/
Comendo nada.
Ouvindo/Assistindo “Do you believe?” – The Cardigans
MSN ninguém.
Navegandoarquivos do meu fotolog

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário