Preciso de um solvente.

sex

Bom, conforme o último post, eu passei no teste psicotécnico (há! – como se ninguém passasse!) e fui fazer aulinhas teóricas no CFC (Centro de Formação de Condutores) mais próximo. Tudo indo lindamente bem nas aulas, tirando o sono que aqueles videozinhos feios e mal editados me dão e o fato considerável de eu nunca ter visto tantos atropelamentos numa semana só: logo dois, com direito a ver a vítima no chão e a enfrentar ruas fechadas. Resumindo: nunca fui tão cautelosa ao atravessar ruas na vida e, aposto, quando eu estiver no carro de auto-escola temerei pelos pedestres ¬¬’.

Eis que, na turma do CFC, eu conheci pessoas (juraaa?). Juro. O problema é que uma delas teve um passado em comum comigo (estudamos na mesma escola de música há alguns anos atrás). E agora essa pessoa que, no caso, é um homem, está achando que virou meu mais-novo-amigo e que uma ótima forma de cultivar a amizade é me seguir com os olhos até quando eu vou ao banheiro. Ok, exagerei, mas o que fazer para tirar esse grude? Preciso de um solvente? Imaginem que agora eu tenho scrap novo todos os dias e mal posso ficar online no msn. Ah sim: não adiantou nada contar histórias a respeito do meu namorado, já usei deste artifício.

Mais uma do CFC: uma turminha de 4 caras me pegou pra “miss” e mexem comigo na-minha-cara. Absurdo. ¬¬ Ainda tiveram a brilhante idéia de supor que eu sou burra apenas porque errei um exercício de mecânica e sou bonita: GET A LIFE. Não quero aprender mecânica – não tanto assim, até porque tenho um namorado entendido de carros o suficiente para me socorrer em qualquer situação (ele realmente manja). E, bom, quanto a eu ser burra, não preciso nem dizer: vou dar Nietzsche para aqueles maloqueiros lerem e verem se entendem uma linha sequer. (yé!)

Ainda preciso de um solvente. O que fazer? Vão acabar as aulas do CFC, vai que o fulano tem saudades…! ¬¬’

ps: postarei com mais freqüência. =D

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário