Quem sabe faz ao vivo!

ter

Depois de publicar o livro mais vendido do mundo, a bíblia, uma bela parte da imprensa tem se ocupado de divulgar e difundir o “lifestyle” dos “rich and famous”. Com o surgimento da televisão e do rádio, este último segmento de notícias cresceu ainda mais; logo, nada mais justo que novos famosos surgissem também da Internet. É claro que a “net” facilita o aparecimento de “celebridades”, uma vez que pessoas comuns têm a possibilidade de divulgar o que é seu e a si mesmo, mas ao mesmo tempo ela ajuda a esquecer estas mesmas pessoas (como um Big Brother). Afinal, a grande maioria continua não tendo acesso à internet e a verdade é que os que se tornam conhecidos pela internet normalmente vem seguidos por uma modinha: raros são os que se mantem famosos – e caso se mantenham: a que preço?

Como conheço o ambiente dos blogs/fotologs desde o início, pude acompanhar o percurso de algumas net-celebs e posso dizer que boa parte já era: ninguém se lembra, ou já tiraram seus materiais do ar, ou mudaram de tal forma seu estilo que vêm sendo alvo de críticas e perdendo fãs… O que quero dizer com isso? Bom, talvez seja muito cedo para o público reconhecer na Internet um ambiente de “talentos” – até porque, atualmente a fama é apenas instantânea e poucos são aqueles que merecem o status que alcançam. Aliás, eu mesma penso que ter um blog/flog, seja lá o que for, na internet é motivo APENAS para se tornar conhecido e admirado, mas é um grande exagero dizer que as “NOVAS CELEBRIDADES” virão da internet (os motivos? já disse: acesso restrito do público e, além disso, é muito fácil se esconder atrás de um teclado ou publicar fotos ousadas quando se é tímido!) . Quero ver tudo isso ao vivo, porque talvez essas net-celebrities não sejam elas mesmas. Então, antes de sonhar em dar entrevista no programa do Jô porque tem um blog famoso, cultive seus talentos no mundo real.

(Texto para a sessão Tudo de Blog da Capricho)

[edit: só respondendo seu comment, Bruh: eu não me candidatei à Capricho: eles me encontraram. Como gosto de escrever e o estágio na revista pode me beneficiar, uma vez que eu estou cursando comunicação, resolvi participar. Se eu tenho que ficar “famosa” onde quer que seja (mesmo que for só no meu prédio! =p ), que eu fique famosa pela minha atuação ou pela minha voz. =) ]

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário