tudo de blog: Gente é pra brilhar!

sáb

Como toda boa não-magrela, eu vivo me jurando que vou entrar num regime sério, que vou ir pra academia de uma vez por todas (em agosto eu vou, juro!) e que mais do que dois pedaços de pizza é um exagero. Há quem diga que eu estou bem, ótima, mas quando a gente se exige tanto, fica difícil acreditar.

Tem quem se goste inteiramente como é e esses sujeitos estão certíssimos, mas é bom lembrar que faz bem se cuidar – cuidar da saúde, do corpo, etc. Então, “se gostar” também não é motivo para deixar-se virar um obeso mórbido (falando de extremos!), porém é mais do que suficiente pra ser um gordinho feliz (e conheço vários e várias) ou um magrelo-de-ruim! Ou, sei lá, ter um cabelo liso escorrido ou um cabelão cacheado, desde que você goste!

O grande problema é que tem quem não se goste mesmo fazendo milhões de coisas. Eu, por exemplo: deixei meu cabelo cacheado pra trás há muito tempo, mesmo gostando dele nos dias ímpares – o fato é que me incomodava de vez em quando: ele era temperamenta!l- e vivo pensando que tô gordinha, mas isso não é motivo para eu deixar de me gostar! Cuido de mim, sou super vaidosa mesmo, cuido do meu cabelo liso e acho válido, desde que isso não torne a sua vida uma verdadeira revista de beleza, de forma que não haja mais espaço para conteúdo. Até porque inteligência é afrodisíaco, pessoal!

Já dizia o ditado: “Por fora, bela viola. Por dentro, pão bolorento”. Então, ao invés de se martirizar por uma barriga perfeita a maior parte do tempo, às vezes é bom enriquecer as idéias, desligar a tv, ir ler um livro e aprender a se gostar e a se conhecer com o tempo. Afinal, a pior coisa é estar gata, maravilhosa, lin-dís-si-ma e encontrar O cara e não saber o que dizer…

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário