Life goes easy on me*

seg

Já viram o filme Closer? Então, eu AMO esse filme (Está na pilha dos meus favoritos!). A única coisa é que ele segue aquele padrão de trilha sonora do “Love Story” (filme antiguinho, precursor da fórmula “garoto bonitão + mocinha doente”, que depois se repetiu em “Um Amor pra recordar” – que eu, pessoalmente, acho terrível). Ou seja, a trilha sonora de Closer TAMBÉM é composta de apenas uma música, “Blower´s Daughter” do Damien Rice. A música é ótima, triste que só, mas ótima. E apesar de terem copiado a idéia do Love Story, o pessoal de Closer soube usar muito bem a música em momentos certos (quem já viu Love Story sabe do que eu tô falando: aquela musiquinha fica se repetindo, se repetindo, se repetindo.. Enfim, tudo é motivo pra porra da música.). Ok, agora sim vou chegar ao ponto.

Acontece que a p$%¨%¨! da rede bobo (rede bobo enquanto eu não trabalhar lá. Se um dia eu trabalhar lá, trato de revolucionar aquela bodega. =D), então, voltando, a p$%$ da rede bobo deve ter pago uns artistas pra fazerem uma versão aportuguesada da bendita música (ficou uma droga, e uma dessas versões, cujo intérprete eu NÃO sei – nem quero saber, entendam – é “Então me diz” ¬¬). E agora a bendita música é trilha da novela das 8! Acho incrível como os intérpretes brasileiros que, apesar de alguns fazerem só lixo, sabem fazer muita coisa boa também ficam aí copiando músicas de fora. Isso é coisa da Sandy e do público infantil dela de antes que não sabia falar inglês e “Precisava” dessas versões. Aí vão lá, compram os direitos autorais da música e ao invés de melhorá-la, ou fazerem algo criativo, não! Eles simplesmente copiam, mudam a letra. Apenas retiram a faixa vocal original e põem a deles. ¬¬!

Bom, eu fiquei “abismada” com essa atrocidade musical outro dia.. Aí eis que estou assistindo multishow sábado, “Top TVZ”. Aí descubro que o Seu Jorge e a Ana Carolina copiaram a melodia e fizeram uma música MUITO semelhante a do Damien Rice. Claramente copiada, mas só com violões e dessa vez com dois intérpretes. Tudo bem, eles foram um pouco mais originais, porém eu me pergunto (e olha que eu não sou fã deles!): como representantes da nova mpb brasileira, eles não podiam fazer algo com conteúdo mais “original”? …

(até porque uma versão já basta, né? Que dirá duas cópias imperfeitas da mesma música no mesmo período!) Ok. Masss… Quando eu estiver no mundo da música, também mudarei isso (we´re working on it. =D) !

ps: lá vou eu de novo com meus parênteses enormes…

[edit] Então, né, só pra esclarecer devido a um comentário impertinente: eu não estou aqui pra fazer lays fodásticos ou escalafobeticamente photoshopados. Se não deu pra notar, a intenção aqui é ESCREVER (e não só sobre coisas inúteis),o que, aliás, é a intenção original de um blog. [/edit]

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário